terça-feira, 16 de julho de 2013

Rebeldes sírios apoiados pelos EUA massacram vila cristã

Cristãos sírios massacrados 
Ryan Keller

Membros do Exército Sírio Livre [compostos de rebeldes islâmicos apoiados pela Turquia] atacaram a vila al-Duvair, de maioria cristã, nos arredores de Homs na segunda-feira, onde massacraram seus cidadãos, inclusive mulheres e crianças, antes que o Exército Sírio intervisse.

Esse ataque denunciado ocorreu logo depois de intenso combate na cidade de al-Qusseir no final de semana, em que o exército de Bashar Al-Assad infligiu pesadas baixas nos rebeldes.
O exército de Assad lançou uma ofensiva em abril num esforço para interromper as linhas de abastecimento para os rebeldes ao tomar a cidade e suas regiões vizinhas dos grupos rebeldes que estavam entrincheirados ali desde o ano passado. Duas semanas atrás, o exército sírio alcançou o centro da cidade.

Embora as fontes que descreveram o massacre de segunda-feira apoiem Assad, é possível que tenha ocorrido, pois os grupos rebeldes que estão lutando contra o governo de Assad são compostos principalmente de membros da al-Qaida e grupos ligados a al-Qaida e têm cometido crimes de guerra e atrocidades no passado.

Jabhat al-Nusra, o ramo da al-Qaida que lutou e matou americanos e tropas aliadas no Iraque, assumiu posições na Síria e controla o movimento rebelde.

Os EUA e outros governos ocidentais que estão apoiando o Exército Sírio Livre reconhecem a presença de jihadistas, mas insistem em que eles são apenas uma pequena parte do movimento rebelde. Contudo, a al-Qaida e outros grupos extremistas islâmicos estão na linha de frente do movimento rebelde desde o primeiro dia da guerra síria, que começou dois anos atrás. De acordo com os serviços alemães de espionagem, 95 por cento dos rebeldes nem mesmo são sírios.

“Na Síria controlada pelos rebeldes, a luta é totalmente religiosa,” noticiou o jornal New York Times no mês passado.

Em abril, Abou Mohamad al-Joulani, líder do grupo rebelde al-Nusra, prometeu lealdade a Ayman al-Zawahri, líder da al-Qaida.

Membros dos rebeldes confessaram que seu plano é instituir a lei islâmica, e os rebeldes têm agora uma brigada chamada Brigada Osama bin Laden.

Apesar das provas de conexões com a al-Qaida, o governo dos EUA continua a apoiar o Exército Sírio Livre.

Traduzido por Julio Severo do artigo do Examiner: U.S.-backed Syrian rebels reportedly massacre Christian village
Fonte: www.juliosevero.com

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Depoimento emocionante de um participante da gravação DT em Juazeiro do Norte

Só agora cheguei em casa e pude compartilhar algo com vocês...

A viagem a Juazeiro do Norte foi, de todo, válida. As 10 horas dentro de um ônibus apertado valeram muito a pena. São muitos testemunhos e relatos, aqui vai o meu:

Saímos do Recife na sexta, às 22h. Chegamos em Juazeiro às 8h do sábado. Algumas pessoas da caravana saíram, nós ficamos. O ônibus ficou estacionado próximo ao estacionamento dos romeiros, de frente à igreja da Mãe Dolorosa. Jaci, a responsável pela caravana, foi procurar um guia, para nos levar até o local do evento assim que todos voltassem, para que os coristas pegassem suas credenciais. E encontrou. Aquele senhor veio ao nosso encontro, dizendo que nos levaria, e dando instruções de como chegar. Não demorou muito e ele começou a falar do evento. Falou primeiro da Ana: " - Essa mulher que vem cantar aqui hoje, as pessoas estão revoltadas com ela, pois ela chegou aqui falando que a terra não era santa e insultando o padre Cícero." E a coisa começou a piorar; ele falava dos evangélicos, relatando-nos, inclusive, como um dia a sua mãe tinha expulsado uma "mulher crente" literalmente "soltando os cachorros" em cima dela. Ele nos confrontava, de modo sutil, "com jeitinho". Minha mãe, que foi junto conosco, começou a falar sobre como Jesus é o único mediador entre Deus e o homem e, entre todas as verdades que foram colocadas em sua boca pelo Espírito, aquele senhor se perdeu, tamanha a ignorância no sentido teológico daquele povo. Depois que ele se foi, juntos ponderamos que é mais difícil conseguir convencer um católico como esse do que um umbandista ou seja lá o que for, afinal de contas, eles são - ou se consideram, como preferir - cristãos. Ele também nos contou que realmente haviam grupos se organizando para manifestações, inclusive com ovos podres para serem jogados contra o ministério. A partir daí, se confirmou o que nós já sabíamos: o clima é pesado, e o inimigo está enfurecido. Entretanto, sabíamos também que Deus é fiel, e que Ele não deixaria que nós, seus servos, fossemos envergonhados. E assim foi.

Finalmente, não precisamos da ajuda dele. Um dos grupos que se dispersou do grupo geral, encontrou a Igreja Mensagem de Fé, onde o coral ensaiou durante toda a semana e eles, com muto boa vontade, levaram até nós uma equipe de carro, e uma moça em uma moto para nos guiar até a Igreja e ao local do evento. Correu tudo bem para a glória do Senhor. Depois de nos instalar e almoçar no hotel, seguimos ao parque de eventos, e assim que chegamos o Pr. Márcio veio à frente, iniciando conosco um momento maravilhoso de oração. Entre tantos grupos que oraram por Juazeiro e pelo Brasil, o grupo de pastores locais me cortou o coração. Eles soluçavam ao orar, lembrando de momentos tão difíceis pelos quais passaram. Foi um momento de confronto, que nos deixou pensando constantemente sobre como somos medíocres em viver entre as quatro paredes de nossos templos, reclamando de tudo, brigando com os outros irmãos, fazendo tantas festas e eventos enquanto há uma igreja perseguida dentro do Brasil e uma cidade tão carente do evangelho, como foi dito, "equidistante de nossas principais capitais nordestinas".

Sobre a gravação, foi de uma simplicidade tão maravilhosa... Pudemos receber do Senhor palavras tão preciosas e declarar tantas outras sobre Juazeiro. Foram momentos preciosíssimos na presença do Pai. Não encontro nem o que mais dizer. Só que foi incrivelmente especial entronizar o Senhor naquele lugar. Veremos os frutos posteriormente, eu creio nisso.

Graças a Deus e para a Sua glória, o resto da viagem ocorreu de forma tranquila e, embora cansativa, em paz. Chegamos aqui hoje, pouco depois da meia-noite. Deus é fiel.

Pra terminar, eu gostaria de fazer um apelo. Pelo amor de Deus, não esqueçam de Juazeiro do Norte. Essa gravação foi resposta às orações de anos dos pastores locais mas não pode parar por aí. Montem grupos de evangelismo, organizem-se com outras igrejas, outras denominações e visitem a cidade, levando a palavra do único digno que cura e restaura e que reina soberano. Tenho absoluta certeza que os pastores e igrejas ficarão muito felizes em dar suporte a todos. A história de Juazeiro do Norte, assim como das outras cidades que situam-se no vale do Cariri será mudada, mas nós precisamos acordar e ser parte disso.

Perdoem-me pelo tamanho do texto e por algum eventual erro. Sei que muitos nem leram tudo, mas aos que leram ou não, Deus os abençoe.

Em Cristo, cansado, esgotado, mas em paz, muito feliz e impactado,
Matheus Charamba

domingo, 7 de julho de 2013

Profecia sobre o Brasil começou a se cumprir

Quem esteve presente ou acompanhou a transmissão online do 14º Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono que aconteceu em Belo Horizonte de 28 a 30 de março deste ano, já deve ter parado para fazer a ligação que existe entre as profecias liberadas durante o evento e o momento histórico atual do Brasil.
A conferencista e profetisa americana Cindy Jacobs ministrou várias palavras proféticas sobre o Brasil durante o evento. E num dado momento ela disse que era da vontade de Deus acabar com o principado da corrupção e da miséria no Brasil, mas que para isso o brasileiros deveriam orar incessantemente pelo perdão dos pecados da nação.
“Assim diz o Senhor: estou dando ao Brasil uma segunda chance. Estou abrindo uma nova janela, diz o Senhor [...] e se vocês não entrarem por esta janela, Eu vou abalar a economia. Assim diz o Senhor: Eu vou transformar o Brasil, mas vocês precisam transformá-lo através dos seus joelhos primeiro [...] dos campos das universidades eu começarei, nas escolas eu começarei, nos prédios do governo eu começarei. Assim diz o Senhor: é o meu desejo abater o principado da corrupção e o principado da miséria. Porque eu virei e abalarei tudo o que possa ser abalado, estou preparando uma geração pioneira, que se levantem os ‘Joãos Batistas’!” disse a profecia liberada por Cindy Jacobs.
Assista:
E, como vemos há alguns dias, os brasileiros estão se levantando em todo o Brasil para protestarem pacificamente contra a corrupção, uso indevido do dinheiro público pelos governantes para ações de caráter próprio e a má prestação de educação, saúde, segurança e transporte, gerando nos governantes a sinalização de que a população não aguenta mais ser oprimida e ficar de braços cruzados. Cerca de 300 mil pessoas já participaram das manifestações que se intensificam cada vez mais em todo o território nacional.
Outra profecia liberada por Cindy Jacobs durante o Congresso DT foi para o sertão nordestino. Ela disse que o sertão passará por um período de muita riqueza e fartura, onde os céus serão rasgados e a chuva cairá. Começará com uma nuvem pequena do tamanho da mão de um homem, mas crescerá e fará fluir mananciais. O Diante do Trono volta-se esse ano para o sertão nordestino, onde a gravação o seu 16º trabalho acontecerá no próximo dia 06 de julho, em Juazeiro do Norte, no parque Padre Cícero. São esperadas 50.000 pessoas na gravação.
Tadeu Ribeirotadeuribeiro@portaldt.com


Frases


Frases


liderlagoinha@gmail.com